Skip navigation



Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BS 45 O Acordo de Paris e a transição para o setor de transportes de baixo carbono [...]_P_BD.pdf846.01 kBAdobe PDFVisualizar/AbrirSalvar
Título: O Acordo de Paris e a transição para o setor de transportes de baixo carbono : o papel da Plataforma para o Biofuturo
Autor(es): Milanez, Artur Yabe
Mancuso, Rafael Vizeu
Godinho, Renato Domith
Poppe, Marcelo Khaled
Palavras-chave: Acordo de Paris
Paris Agreement
Plataforma para o Biofuturo
Biofuture platform
Biocombustíveis
Biomass energy
Aquecimento global
Global warming
Transportes - Aspectos ambientais
Transportation - Environmental aspects
Meio ambiente - Cooperação internacional
Environment - International cooperation
Veículos elétricos
Electric vehicles
Gases estufa
Greenhouse gases
Energia - Fontes alternativas
Renewable energy sources
Data do documento: Mar-2017
Local: Rio de Janeiro
Editora: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
Abstract: O Acordo de Paris é um marco no reconhecimento da urgência da transição para uma economia global de baixo carbono. Por outro lado, o setor de transportes (quase 25% das emissões globais de CO2) carece do devido foco por governos e organismos internacionais. Este artigo argumenta que os biocombustíveis avançados – etanol de 1ª geração (E1G) de cana-de-açúcar e o etanol celulósico ou de 2ª geração (E2G) – são a solução mais rápida e compatível. Além disso, o E2G, produzido a partir de resíduos, desconstrói a equivocada dicotomia “alimentos versus biocombustíveis”. Contudo, para a superação dos desafios do escalonamento do E2G, é importante aumentar a cooperação internacional. Por essa razão, o Brasil, sob a liderança do Itamaraty, logrou a criação da Plataforma para o Biofuturo, aliança internacional de vinte países que busca promover o desenvolvimento dos biocombustíveis avançados.
The Paris Agreement is a milestone in the recognition of the urgency of the transition to a low-carbon global economy. On the other hand, the transport sector (almost 25% of global emissions of CO2) lacks the due focus by governments and international organizations. This article argues that advanced biofuels – first-generation sugarcane ethanol (E1G) and second-generation or cellulosic ethanol (E2G) – are the fastest and most compatible solution. In addition, the E2G, produced from waste, deconstructs the misplaced dichotomy "food versus biofuels." However, to overcome the challenges of scaling the E2G, it is important to increase international cooperation. For that reason, Brazil, under the leadership of Itamaraty, has succeeded in creating the Biofuturo platform, an international alliance of 20 countries that seeks to promote the development of advanced biofuels.
Descrição: Bibliografia: p. 338-340
Publicação relacionada: BNDES Setorial, v.1, n. 45, mar. 2017
Citação: MILANEZ, Artur Yabe et al. O Acordo de Paris e a transição para o setor de transportes de baixo carbono: o papel da Plataforma para o Biofuturo. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 45 , p. [285]-340, mar. 2017.
Tipo: Artigo
Gênero: Textual
URI: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/11756
Data Disponibilização: 2017-05-23T17:28:24Z
2018-03-19T17:12:02Z
Aparece nas coleções:Produção BNDES - Artigos

Use este identificador para citar ou linkar este item: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/11756
Mostrar registro completo do item Visualizar estatísticas


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando indicado o contrário.