Skip navigation



Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAE_v. 3, n. 8, out. 2021.pdf978.89 kBAdobe PDFView/OpenDownload
Title: Relatório de avaliação de efetividade, v. 03, n. 08, out. 2021
Other Titles: A contribuição da participação da BNDESPAR para governança das PMEs apoiadas
BNDES Authors: Bastos, Marina das Neves
Firmo, Marcio Gold
Santos, Leonardo de Oliveira
Keywords: Sistema BNDES - Periódicos
BNDES System - Periodicals
BNDESPAR - Periódicos
BNDESPAR - Periodicals
Pequenas e médias empresas - Brasil - Periódicos
Small business - Brazil - Periodicals
Avaliação de impacto - Metodologia - Periódicos
Impact assessment - Methodology - Periodicals
Governança corporativa - Avaliação - Brasil - Periódicos
Corporate governance - Evaluation - Brazil - Periodicals
Mercado de capitais - Brasil - Periódicos
Capital market - Brazil - Periodicals
Financiamento do desenvolvimento - Brasil - Periódicos
Development financing - Brazil - Periodicals
Issue Date: Oct-2021
Place: Rio de Janeiro
Publisher: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
Resumo: Em linha com a atuação de outros bancos de desenvolvimento, o Sistema BNDES apoia pequenas e médias empresas (PME) via participação acionária, com o objetivo de aprofundar o mercado de capitais no país. Desde os anos 2000, foram apoiadas mais de trinta companhias pequenas e médias. Conforme explicitado na Política de Atuação em Mercado de Capitais do Sistema BNDES, um dos objetivos dessa atuação é aprimorar as práticas de gestão, governança, sustentabilidade e transparência adotadas por empresas e investidores. Este relatório busca avaliar os efeitos da atuação da BNDESPAR sobre a gestão e a governança das empresas, conforme previsto no Plano Estratégico de Avaliações de Efetividade 2019-2020, documento que formaliza as avaliações de efetividade que deverão ser realizadas no âmbito do Sistema de Monitoramento e Avaliação do BNDES, com o objetivo de levantar lições aprendidas e subsidiar a melhoria do impacto da atuação do Banco e de suas subsidiárias, uma das quais é a BNDESPAR. Para avaliar esses efeitos, analisamos os dados do Índice de Gestão e Governança Empresarial (IGGE), produzido e disponibilizado pelo Departamento de Gestão de Empresas de Capital Fechado da Área de Mercado de Capitais do BNDES (AMC/DEGEF). Formado por um questionário com 170 perguntas, o IGGE busca refletir a maturidade da gestão e da governança de cada empresa, mais especificamente das empresas acompanhadas por aquele departamento, notadamente as que não têm ações negociadas na B3. Os dados disponíveis, de 2015 a 2019, permitem realizar uma avaliação de contribuição, em que verificamos a evolução conjunta do apoio da BNDESPAR e do índice referido. A análise da média do IGGE mostra uma evolução geral positiva do índice até 2017, seguida de uma ligeira queda até 2019, com bastante variabilidade entre as 11 dimensões que compõem o índice, assim como entre as empresas em carteira. De uma forma geral, tanto as dimensões menos evoluídas quanto as empresas com menores índices tendem a subir mais que as dimensões e empresas com maiores valores auferidos no início da amostra, em um aparente processo de homogeneização. Ao analisar a evolução do IGGE ao longo do tempo em que a empresa está na carteira da BNDESPAR, não encontramos tendência clara de crescimento ou de queda desse índice. Por fim, realiza-se um simples exercício econométrico em que se busca separar os efeitos do apoio da BNDESPAR ao longo do tempo dos efeitos comuns a todas as empresas a cada ano, por meio de uma metodologia de event study. Os resultados sugerem alguma evidência de efeito positivo do apoio da BNDESPAR sobre a gestão das empresas no período de três a quatro anos após o aporte inicial, com o decaimento desse efeito para valores estatisticamente iguais a zero nos anos subsequentes. Uma importante observação refere-se ao caráter exploratório da presente avaliação, uma vez que não se possui uma linha de base para os dados, isto é, a situação da gestão e governança das empresas antes do apoio da BNDESPAR. Para futuras avaliações com maior grau de confiança, é recomendável a construção dessa linha de base. De fato, com ela, será possível auferir com maior confiabilidade tanto o efeito total acumulado ao longo do tempo quanto se esse efeito se dá nos períodos iniciais de apoio, próximos à data de aporte de recursos, ou posteriormente. Essas análises futuras podem ser complementadas com estudos de caso para entender qualitativamente quais características se relacionam a maior ou menor efetividade do apoio, traçando assim um panorama mais confiável dos possíveis impactos da BNDESPAR sobre a gestão e a governança das empresas em carteira, para o aprendizado de lições relevantes para realimentar o processo de concessão de apoio.
Citation: RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE EFETIVIDADE. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social,2019-. Irregular.
Type: Periódico
Genre: Textual
URI: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/21464
Date Available: 2021-10-21T17:56:08Z
Appears in Collections:Produção BNDES - Relatório de avaliação de efetividade

Please use this identifier to cite or link to this item: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/21464
Show full item record


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.